Atentado contra mesquita deixa centenas de mortos no Egito

STRINGER / AFP


Cairo, Egito –
Ao menos 235 pessoas morreram nesta sexta-feira (24/11) no ataque contra uma mesquita no norte do Sinai egípcio, segundo novo balanço comunicado pelo jornal governamental Al Ahram.

Também 75 pessoas ficaram feridas neste ataque, cometido por homens armados, que visaram os fieis durante a grande oração semanal, segundo a mesma fonte. O atentado aconteceu no vilarejo de Bir al-Abed, a oeste de Al-Arish, a capital da província do Sinai do Norte.
Leia mais notícias em Mundo
Os criminosos explodiram uma bomba antes de abrirem fogo contra as pessoas na mesquita, entre elas membros do exército. A presidência decretou três dias de luto nacional.
Desde 2013 e a destituição pelas Forças Armadas do presidente islamita Mohamed Mursi, grupos jihadistas, incluindo a facção egípcia do Estado Islâmico (EI), atacam regularmente as forças de segurança egípcias no Sinai do Norte. Muitos policiais e soldados, bem como civis, já morreram nesses ataques.
Atentado contra mesquita deixa centenas de mortos no Egito
Rate this post
Papa viaja a Mianmar e Bangladesh em plena crise dos rohingyas
Cuba recorda um ano da morte de Fidel e contempla a transição de 2018