Correio vence prêmio com reportagem sobre falhas no Ensino Médio

Luis Nova/Esp. CB/D.A Press

O Correio Braziliense venceu mais um prêmio jornalístico. Na noite desta terça-feira (8/8), o jornalista Tainan Pimentel foi agraciado com o Prêmio de Jornalismo da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), na categoria internet, com reportagem “Falhas no Ensino Médio dificultam a vida de jovens em universidades do país”.

Leia mais notícias em Brasil 

Publicada em 13 de maio deste ano, a matéria fez um Raio X da realidade nas escolas e instituições de Ensino Superior, quando o assunto é aproveitamento educacional.

Na mesma premiação, o Correio foi finalista na categoria Impresso Regional com a reportagem “Tecnólogo em serviços jurídicos na berlinda”, produzida pela jornalista Ana Paula Lisboa.

A comissão julgadora do concurso da AMBES foi composta por Arnaldo Niskler, Marcos Vilaça e Merval Pereira, membros da Academia Brasileira de Letras. Os vencedores receberam premiações em dinheiro (no valor bruto total de R$100 mil), distribuídos em duas categorias (Nacional e Regional) nos segmentos de Impresso, TV, Rádio e Internet. 

Outras premiações

No último 9 de maio, a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) concedeu ao Correio o Prêmio República de valorização do Ministério Público Federal pela série de reportagens “#XôPrivilégio: hora de tirar os políticos da redoma”. 

A série começou em 29 de outubro de 2016, após o foro impedir a continuidade da Operação Métis, que investigava a atuação de policiais legislativos na tentativa de impedir as investigações da Operação Lava-Jato.

A continuidade das reportagens fez com que o Senado desengavetasse um projeto de mudança na Constituição para acabar com o benefício. O texto foi aprovado em primeiro turno, por unanimidade, no plenário da Casa em 26 de abril. A expectativa é de que a aprovação em segundo turno aconteça no fim desta semana. 

Correio vence prêmio com reportagem sobre falhas no Ensino Médio
Rate this post
20 anos após morte de Betinho, Brasil corre risco de voltar ao Mapa da Fome
Estudantes de colégio militar exaltam Bolsonaro: "Salvador da nação"; vídeo