‘Desespero’, diz brasileira que presenciou ataque terrorista em Barcelona

AFP

A curitibana Patricia Cristina dos Santos Amaral, 32 anos, demorou pouco tempo para perceber que o que acabara de presenciar em Barcelona, onde vive desde 2010: era um atentado terrorista. Por volta das 17h desta quinta-feira (meio-dia em Brasília), a professora de comércio internacional estava dentro de um ônibus, que transitava pelo centro da cidade na Catalunha, retornando para casa, quando presenciou o ataque, que deixou dezenas de feridos e pelo menos 13 mortos. 
“Pela janela, vi que o movimento era o de sempre. Olhei para trás e vi uma van branca entrando em Las Ramblas. Ela entrou em alta velocidade e começou a atropelar todas as pessoas que encontrava pela frente. Havia mulheres, crianças, jovens e muitos turistas, pois se trata de uma área situada no coração de Barcelona”, contou ao Correio, por telefone. 

Gritos 

“Na hora, eu achei que fosse alguém desequilibrado, mas percebi logo que era um ataque terrorista, pois dezenas de pessoas tinham sido atingidas. Foi um grande desespero. As pessoas gritavam e choravam”, disse a brasileira. 
Patricia teve a reação de filmar a cena enquanto o ônibus avançava lentamente por uma rua estreita paralela. “Vi crianças sangrando no chão e no colo dos policias, além de pessoas sem qualquer assistência”, lamenta.
Em nota, o Itamaraty informou que, até o momento, não há registro de brasileiros entre as vítimas e que o Consulado-Geral do Brasil em Barcelona seguirá monitorando a situação “de perto”. “O Brasil reitera sua condenação a todo e qualquer ato de terrorismo, qualquer que seja sua motivação, ao mesmo tempo em que expressa seu sentimento de pesar às famílias das vítimas e estende votos de plena e rápida recuperação aos feridos”.
Veja o vídeo gravado pela brasileira:
[embedded content]

 

‘Desespero’, diz brasileira que presenciou ataque terrorista em Barcelona
Rate this post
Após atentado de Madri, Espanha é alvo de mais um ataque terrorista
Nas redes sociais, internautas lamentam atentado terrorista em Barcelona