Donald Trump pressiona Congresso para aprovar reforma da saúde

AFP / POOL / Markus Schreiber

O presidente Donald Trump voltou a pressionar os legisladores americanos, nesta segunda-feira (10/7), para que aprovem a reforma do sistema de saúde antes do recesso de férias do Congresso em agosto.

Trump criticou a inação dos congressistas, que voltam a trabalhar nesta terça-feira (11/7) após a paralisação pelo feriado de 4 de julho. “Não posso imaginar que se atrevam a deixar Washington sem uma bonita nova lei de saúde completamente aprovada”, tuitou.
Em outras mensagens publicadas nessa rede social, Trump criticou o ex-diretor do FBI James Comey, a quem acusou de vazar informação sigilosa em memorandos. Também defendeu sua filha Ivanka, que ocupou seu lugar em uma reunião do G20 realizada na última semana em Hamburgo, na Alemanha.
Leia mais notícias em Mundo
Trump fez da reforma do sistema de saúde, com a qual pretende substituir o modelo atual, o Obamacare, uma de suas prioridades.
O líder republicano no Senado, Mitch McConnell, tentou fazer o plano ser votado na Câmara alta antes de 4 de julho. Dissidências em suas próprias fileiras levaram os senadores republicanos a adiar a votação para depois do feriado.
Pesquisas de opinião recentes apontam que, em sua versão atual, o projeto do Senado é bastante impopular entre os americanos.
Donald Trump pressiona Congresso para aprovar reforma da saúde
5 (100%) 1 vote
Em artigo, pesquisadores apontam dificuldade em prever novos surtos de zika
Theresa May admite a "realidade" e estende a mão à oposição