Em Belém, Temer lamenta mortes em creche de Minas Gerais

Evaristo Sá/AFP Cerca de 40 pessoas estariam feridas. Um segurança da escola é o principal suspeito de ter ateado fogo nas crianças

Ao deixar a cerimônia de assinatura do protocolo de intenções para destinar à Arquidiocese de Belém uma área de 10,8 mil metros quadrados, o presidente Michel Temer deu uma rápida declaração à imprensa na qual lamentou o incêndio intencional em uma creche do município de Janaúba, no norte de Minas Gerais e evitou responder perguntas. 

Saiba mais

  • Professora também estaria entre as vítimas de incêndio em creche

    Professora também estaria entre as vítimas de incêndio em creche

  • Vigia coloca fogo e mata crianças dentro de creche em Minas Gerais

    Vigia coloca fogo e mata crianças dentro de creche em Minas Gerais

  • Vigia que colocou fogo em crianças em creche foi entregar atestado médico

    Vigia que colocou fogo em crianças em creche foi entregar atestado médico

  • Prefeitura de Janaúba decreta luto e pede doações para vítimas de vigia

    Prefeitura de Janaúba decreta luto e pede doações para vítimas de vigia

Temer disse que como pai reconhece que deve ser uma perda dolorosa. “Quero expressar a minha solidariedade, lamentar esse acontecimento e esperar que essas coisas não se repitam no Brasil, porque o mundo está muito convulsionado”, disse o presidente classificando o episódio como lamentável. “Foi um lamentável acontecimento, temos que repudiar com a nossa consciência e com a nossa ação”, afirmou.

Dezenas de crianças foram queimadas por chamas provocadas intencionalmente em uma creche municipal no município de Janaúba A prefeitura da cidade confirma que ao menos quatro crianças e uma professora morreram no local. Cerca de 40 pessoas estariam feridas. Um segurança da escola é o principal suspeito de ter ateado fogo nas crianças.
Em Belém, Temer lamenta mortes em creche de Minas Gerais
Rate this post
Prefeitura de Janaúba decreta luto e pede doações para vítimas de vigia
Trump diz à Comissão de Inteligência do Senado para investigar imprensa