Entidades protestam contra retrocessos socioambientais

Divulgação/ Letícia Leite (ISA)

“Temer: tire as mãos da Amazônia”. Esse foi o recado que o movimento #Resista, que reúne cerca de 140 organizações em defesa do meio ambiente, povos indígenas, quilombolas, direitos humanos e do campo, deixou, na tarde desta terça-feira (19/9), na Praça dos Três Poderes.
Após dois dias de seminário, as entidades levaram uma carta-manifesto ao Palácio do Planalto contra o decreto presidencial que extingue a Reserva Mineral de Cobre e seus Associados (Renca) e permite a mineração na região da Floresta Amazônica entre o Pará e o Amapá.
Além do protesto contra a lei, o movimento pediu a intervenção do presidente em projetos que tramitam no Congresso para alterar as regras para o licenciamento ambiental, sobre o uso da liberação de agrotóxicos, a venda de terras para estrangeiros, entre outros. “As entidades se reuniram para denunciar e criar uma espécie de frente de resistência contra os aos retrocessos socioambientais que estão sendo promovidos pelo governo e pelo Congresso”, comenta Adriana Ramos, coordenadora do Programa de Políticas e Direitos Socioambientais do Instituto Socioambiental.
Entidades protestam contra retrocessos socioambientais
Rate this post
Casal que viveu junto por 75 anos morre com poucas horas de diferença
Maduro acusa Trump de ameaça de morte