Exumação revela bigode intacto de Salvador Dalí, 28 anos após morte

 AFP / STF - 1/1/1972 Salvador Dali em 1972

O bigode de Salvador Dalí permanece intacto após 28 anos da morte do pintor surrealista. A descoberta foi feita por peritos que exumaram o corpo do artista na noite dessa quinta-feira (20/7). Foram extraídos cabelos, unhas e dois ossos longos do artista para uma coleta de seu DNA, que será usado num teste de paternidade.

 

Saiba mais

A exumação foi ordenada no fim de junho pela Justiça, após um pedido de teste de DNA apresentada por Pilar Abel Martínez. A cartomante de 61 anos diz ser filha única de Dalí. Caso prove sua filiação, Pilar poderá receber ao menos 25% da herança do pintor. 

 

Leia mais notícias em Mundo

 

Os restos de Dalí foram retirados de uma lápide de 1,5 tonelada que cobre seu túmulo no Teatro-Museu Dalí, em Figueras, na Espanha, concebido por ele próprio. O lugar já recebeu mais de 1,1 milhão de visitantes só em 2016.

 

 Lluis Gene /AFP - 20/7/2017 Examinadores forenses chegam para a exumação dos restos de Salvador Dali no Teatro-Museu Dali, em Figueras, na Espanha

 

Prova de paternidade 

O DNA do artista será examinado no Instituto de Toxicologia e Ciências Forenses, em Madrid. Após compará-lo com o material colhido de sua suposta filha, Pilar Abel, as provas serão apresentadas no julgamento a respeito do teste de paternidade marcado para 18 de setembro.

 

Salvador Dalí morreu aos 84 anos, em 24 de janeiro de 1989, em um hospital de Figueras, onde nasceram tanto o artista como sua suposta filha. 

Exumação revela bigode intacto de Salvador Dalí, 28 anos após morte
Rate this post
Estudo: Jovens confiam menos em políticos, mas continuam felizes
Distúrbios em greve e manifestações na Venezuela deixam dois mortos