França cria unidade de acompanhamento de terroristas detidos

O premier francês também anunciou que será reforçado o acompanhamento de pessoas sob controle judicial (foto: Ludovic Marin/AFP)O premier francês também anunciou que será reforçado o acompanhamento de pessoas sob controle judicial (foto: Ludovic Marin/AFP)

Levallois-Perret, França – O primeiro-ministro francês Édouard Philippe anunciou nesta sexta-feira a criação de uma “célula específica” de acompanhamento para os terrorista detidos ou radicalizados que deixem a prisão, uma nova medida destinada à luta antiterrorista na França.
Cerca de 450 presos terroristas ou radicalizados sairão em liberdade no final de 2019, explicou Philippe, durante um discurso na sede da Direção Geral de Segurança Interna (DGSI).
Esta “célula específica” fará parte da Unidade de Coordenação da Luta Antiterrorista (UCLAT) e reforçará os serviços de informação nas prisões.
O premier francês também anunciou que será reforçado o acompanhamento de pessoas sob controle judicial e ratificou a vontade de seu executivo de criar uma Procuradoria Nacional Antiterrorismo, uma medida criticada por muitos juízes.
Depois dos atentados de janeiro e novembro de 2015, a França vive sob a ameaça do terrorismo jihadista, que provocou a morte de 246 pessoas durante os últimos três anos.
França cria unidade de acompanhamento de terroristas detidos
Rate this post
Empresas japonesas usaram estagiários estrangeiros para limpar Fukushima
Pela primeira vez, país terá política de ações de vigilância em saúde