Furacão Harvey deixa dois mortos e inundações devastadoras no Texas

Brendan Smialowski/AFP
Rockport, Estados Unidos – O furacão Harvey, o poderoso a atingir os Estados Unidos desde 2005, perdeu força, mas deixou dois mortos e vários feridos no Texas, onde continuará causando danos com inundações extremamente devastadoras. Uma pessoa morreu ao ficar presa no incêndio de sua casa durante a tempestade na região de Rockport, segundo uma fonte do condado de Aransas, no litoral texano, onde também houve registro de 12 feridos leves.
Em, em Houston, uma mulher se afogou ao deixar seu carro em uma área inundada, de acordo com a imprensa local. As autoridades dessa cidade pediram que seus 2,3 milhões de habitantes permaneçam em suas casas. Harvey deixou em sua passagem estradas submersos, casas sem telhados e postes arrancados. Em Port Aransas, abandonado por seus habitantes, vários barcos foram parar no meio das ruas.

Saiba mais

O Hobby International, um dos aeroportos de Houston, anunciou que todos os voos cancelados por causa da quantidade de água nas pistas, enquanto que o George Bush International operava de forma limitada. “Estão ocorrendo inundações súbitas, catastróficas, com ameaça para a vida”, advertiu o Serviço Meteorológico Nacional (NWS) no Twitter. “É uma situação EXTREMADAMENTE PERIGOSA!”, enfatizou.

Perda de força

Após atingir o território americano como um furacão de categoria quatro (de uma escala máxima de cinco) na sexta-feira (25), Harvey se degradou para tormenta tropical, com ventos de cerca de 110 km/h. Seu lento avanço pela região – a apenas 4 km/h – o torna muito perigoso, devido às “chuvas torrenciais” que devem castigar a área por vários dias.
O furacão está provocando “inundações extremamente sérias”, anunciaram as autoridades meteorólgicas, advertindo que chuvas de mais de 1000 milímetros em algumas comunidades podem se prolongar até quinta-feira, causando “inundações catastróficas e ameaçadoras para a vida”. No sábado, o presidente Donald Trump convocou as equipes de emergência a “se manterem totalmente mobilizadas”, porque as consequências do Harvey serão sentidas durante vários dias, segundo a Casa Branca.
Harvey continuará afetando a região de grande produção de petróleo. Na costa texana, concentra-se quase um terço da atividade de refino de petróleo dos Estados Unidos. O Golfo do México representa 20% da produção do país. Segundo boletim de sábado, 112 plataformas foram evacuadas – o correspondente a 24,5% da produção diária de cru, e a 26% da de gás.
O Harvey fez reviver nos Estados Unidos o trauma do furacão Katrina, que causou graves inundações e deixou 1.800 mortos, em 2005, em Nova Orleans (sul), no estado vizinho de Louisiana. Na época, o presidente George W. Bush foi duramente criticado por sua lentidão e atuação tardia para ajudar uma região muito carente e de maioria afro-americana.
Furacão Harvey deixa dois mortos e inundações devastadoras no Texas
Rate this post
Tufão Pakhar causa uma morte em Hong Kong
Vítimas e autores de bullying ficam suscetíveis a problemas de saúde