Iceberg de um trilhão de toneladas se desprende da Antártida

 John Sonntag/Nasa Rachadura no segmento Larsen C da Antártida já era registrada em novembro de 2016. O iceberg se desprendeu totalmente em 12 de julho de 2017

Um iceberg de um trilhão de toneladas, um dos maiores já registrados, se desprendeu de um bloco de gelo gigantesco na Antártica, anunciaram nesta quarta-feira (12/7) os cientistas da Universidade de Swansea, no Reino Unido. “O desprendimento aconteceu entre segunda-feira e quarta-feira”, afirmaram os cientistas, que monitoravam a evolução do bloco de gelo de 5.800 quilômetros quadrados (55 vezes a superfície de Paris).

Com espessura de 350 metros, o iceberg, que será batizado provavelmente de “A68”, não provocará um impacto no nível dos oceanos porque já flutuava sobre a água.
Leia mais notícias em Mundo
O iceberg era parte de uma gigantesca barreira de gelo, “Larsen C”, que retém geleiras capazes de elevar em 10 cm o nível dos oceanos caso acabem no Oceano Antártico, segundo os pesquisadores. Privado deste enorme bloco de gelo, Larsen C é “potencialmente menos estável”, ressaltam. “Larsen C” poderia seguir o exemplo de “Larsen B”, outra barreira de gelo que se desintegrou de forma espetacular em 2002. 
O “Larsen C” tinha, há vários anos, uma fissura enorme que se alargou nos últimos meses (apenas em dezembro aumentou 18 km). No início de julho estava unido à Antártica ao longo de somente cinco quilômetros. A formação de icebergs é um processo natural, mas o aumento da temperatura acelera o mesmo, segundo os cientistas.
Iceberg de um trilhão de toneladas se desprende da Antártida
5 (100%) 1 vote
Felipe VI da Espanha visita o palácio de Buckingham com Elizabeth II
Donald Trump diz que seu filho é 'inocente' e ataca a imprensa