Incêndio que matou 80 pessoas em prédio de Londres tem primeira audiência

/ AFP / CHRIS J RATCLIFFE Elizabeth Campbell sai depois de participar das declarações de abertura do Inquérito no desastre de incêndio da Grenfell Tower, em Londres

Londres, Reino Unido – A investigação pública sobre as negligências que contribuíram para a morte de 80 pessoas no incêndio de um prédio de um conjunto habitacional de Londres, em junho, foi aberta nesta quinta-feira (14/9) com um minuto de silêncio pelas vítimas.

O juiz aposentado Martin Moore-Bick, que preside a comissão de investigação, declarou que pretende dar uma resposta a “como foi possível ocorrer um desastre semelhante em Londres em pleno século XXI”.
Leia mais notícias em Mundo
A tragédia causou revolta no país, principalmente pelas más condições de manutenção da torre  Grenfell, de 24 andares, como a ausência de extintores, a existência de apenas uma escada no prédio e principalmente o revestimento externo, que era altamente inflamável por ser mais barato.
A polêmica se estendeu a outros prédios de moradias sociais, destinado para pessoas carentes e imigrantes, mas a investigação em curso se concentrará apenas no incêndio de Grenfell.
Incêndio que matou 80 pessoas em prédio de Londres tem primeira audiência
Rate this post
Até 400 mil membros de minoria muçulmana fugiram da violência em Mianmar
Projeto recupera tartaruga considerada extinta há 150 anos em Galápagos