Líder opositor da Venezuela volta para prisão domiciliar, diz mulher

Evaristo Sa/ AFP - 27/10/2009 Líder oposicionista Antonio Ledezma

O líder oposicionista Antonio Ledezma foi liberado da prisão e voltou para casa, onde cumpre prisão domiciliar, afirmou a mulher dele, Mitzy Ledezma, na conta do prefeito metropolitano de Caracas on Twitter. Ela disse que o político foi levado de volta pelo Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin).

“Mitzy. Informo ao país que há minutos surpreendentemente o Sebin trouxe Antonio para nossa residência. Volta da prisão para casa”, escreveu a mulher de Ledezma, por volta das 5h (de Brasília) desta sexta-feira. Segundo ela, o marido disse estar preocupado com o fato de que Leopoldo López, outro líder opositor, e mais 600 presos políticos seguem encarcerados no país.
Leia mais notícias em Mundo
Ledezma e López cumpriam prisão domiciliar, mas ambos foram levados à prisão nesta semana após se pronunciarem contra a votação do domingo para eleger a Assembleia Constituinte. Os oposicionistas criticam o processo eleitoral e o qualificam como um instrumento não democrático para garantir mais poder ao presidente Nicolás Maduro, que com o novo órgão retirará poder da Assembleia Nacional, dominada pela oposição.
Líder opositor da Venezuela volta para prisão domiciliar, diz mulher
Rate this post
Dinossauro bem preservado descoberto no Canadá ganha nome e história
Vaticano pede que se evite o uso excessivo da força na Venezuela