Macron diz que França colaborou para morte de judeus no Holocausto

O presidente francês, Emmanuel Macron, denunciou a colaboração do seu país no Holocausto, criticando aqueles que ainda minimizam o papel francês no fato que causou a morte de dezenas de milhares de judeus.

Saiba mais

  • Macron pede renovação das conversas de paz entre Israel e Palestina

    Macron pede renovação das conversas de paz entre Israel e Palestina

  • 'Trump me ouviu sobre mudança climática', garante Macron

    ‘Trump me ouviu sobre mudança climática’, garante Macron

 

No aniversário de 75 anos do ataque do Velódromo de Inverno de Paris, Macron insistiu que foi, “de fato, a França que organizou” o aprisionamento. Ele disse que “nenhum alemão” foi diretamente envolvido, mas a polícia francesa colaborou com os nazistas.
Macron minimizou os argumentos dos líderes franceses de extrema-direita de que o regime colaboracionista de Vichy não representava o estado francês, ao dizer que esse é um discurso “conveniente, mas falso”.
Macron diz que França colaborou para morte de judeus no Holocausto
Rate this post
Plebiscito da oposição leva milhares de eleitores às urnas na Venezuela
Guerra na Síria já deixou mais de 330 mil mortos