Mais de 300 mil rohingyas fugiram para Bangladesh desde 25 de agosto

 K.M. ASAD/ AFP Rohingya deslocados do estado de Rakhine, em Myanmar, caminham perto de Ukhia, na fronteira entre Bangladesh e Myanmar

Cox’s Bazar, Bangladesh – O número de muçulmanos rohingyas que se refugiaram em Bangladesh para fugir da violência em Mianmar superou a barreira de 300 mil em pouco mais de duas semanas, anunciou a ONU.

“Calculamos em 313 mil o número de rohingyas que entraram em Bangladesh desde 25 de agosto”, afirmou à AFP Joseph Tripura, porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.
Leia mais notícias em Mundo
Os rohingyas, tratados como estrangeiros em Mianmar, país onde mais de 90% da população se declara budista, são considerados apátridas, apesar da presença de algumas famílias há várias gerações no país.
Os ataques violentos dos rebeldes rohingyas contra postos policiais no fim de agosto provocaram uma nova onda de repressão do exército birmanês, que resultou na fuga de centenas de milhares de pessoas.
Mais de 300 mil rohingyas fugiram para Bangladesh desde 25 de agosto
Rate this post
Megaoperação da Receita combate comércio irregular no centro de São Paulo
ONU adverte para possíveis "crimes contra a humanidade" na Venezuela