Menina de 5 anos bomba na web: “Não é de menino ou de menina. É de criança”

Reprodução/ Facebook

O nome dela é Liv, não Livia. Tentando explicar isso a todos que a perguntavam, a pequena capixaba de apenas 5 anos, decidiu, junto com seu pai, Tiago Lima, criar uma música falando sobre o assunto, e postá-la na internet. A canção, apesar de fácil e criativa, não foi o motivo que levou a jovem cantora à fama, mas outro vídeo, no qual ela arrasa explicando que não há diferença entre brinquedo de menino e menina.
 
De forma descontraída e cercada de bonecos, a gravação, divulgada neste domingo (13/8), tem mais de 56 mil curtidas e 46 mil compartilhamentos.
No vídeo, Liv utiliza diversos exemplos para explicar que não existe diferença entre brinquedo de menina e de menino, “são todos de criança”, afirma ela. Para ela, o importante não é a cor do brinquedo, mas a diversão que ele proporciona: “Se você se diverte fazendo o que você gosta, que o mal que tem?”.
Um dos momentos mais interessantes do vídeo é quando ela conta sobre sua experiência em jogar vídeo-game com o pai. Por meio de uma interpretação carismática, em que ela interpreta tanto Tiago quanto ela própria, Liv faz uma crítica ao jogo Super Mario World, por não permitir que se jogue com a princesa. “Se você gosta de ser salva, tudo bem, mas eu quero é salvar”, explica.
Para quem não entende o porquê do nome Liv, a mãe da menina explica que é escandinavo e significa vida. Os pais da capixaba conheceram esse nome ao fazer um trabalho voluntário, no qual recebiam pulseiras que continham a palavra vida em diversos idiomas. “O Liv sempre chamou atenção, cheguei até a procurar para saber que língua era. Quando descobri que estava grávida, logo pensei nesse nome”, explicou.    
A página da capixaba no Facebook foi criada há poucos meses. Segundo sua mãe, Victoria Becker, foi ideia da própria Liv fazer a conta na rede social. “Ela gostou de fazer o vídeo com o pai, então, para se divertir, quis continuar a experiência”, conta.
Sobre a opinião da filha, Victoria explicou que sempre deu liberdade para que ela escolhesse o que a fizesse mais feliz, seja o brinquedo da Barbie ou do Batman. O Homem-Morcego é, inclusive, um dos personagens preferidos da garota. Liv defende, no entanto, que o Batman faz mais que combater o crime: “Depois de salvar o mundo ele tem que fazer o ‘papa’ [comida] dele”.
A mãe conta, ainda, que começou a perceber o interesse da filha por super-heróis no Natal de 2015, quando a garota recebeu de presente um escudo do Capitão América. Os familiares logo olharam abismado para a criança, a qual, com muita desenvoltura, explicou: “Não é de menino, é de criança”.  “Eu só quero que ela se divirta e se expresse”, completou a mãe. 
*Estagiário sob supervisão de Ana Letícia Leão.  
Menina de 5 anos bomba na web: “Não é de menino ou de menina. É de criança”
Rate this post
Morte de filhote de golfinho indigna Espanha
Justiça pede prisão de marido de ex-procuradora venezuelana por corrupção