Milhares de opositores protestam no Togo e exigem reforma política

Pius Utomi Ekpei / AFP A oposição também exige reformas constitucionais, como limitação do mandato presidencial e eleições em dois turnos

Lomé, Togo – Milhares de partidários da oposição se manifestaram nesta quarta-feira (6/9) em Lomé e outras dez cidades de Togo para exigir uma reforma política. A Anistia Internacional (AI) calcula que cerca de 100 mil pessoas participaram no protesto na capital contra o regime do presidente Faure Gnassingbé. 

O opositor Jean-Pierre Fabre foi aclamado pela multidão na localidade de Be Gakpoto, epicentro dos protestos que deixaram centenas de mortos depois da eleição de Gnassingbé em 2005, ano em que sucedeu seu pai, que exerceu o poder por quatro décadas.
Leia mais notícias em Mundo
A oposição exige reformas constitucionais, como limitação do mandato presidencial e eleições em dois turnos, prometidas pelo regime, que consideram ditatorial. O governo tentou acalmar os ânimos prometendo uma reforma constitucional, e o anteprojeto de lei deve ser ainda aprovado pelo Parlamento, em outubro.
Milhares de opositores protestam no Togo e exigem reforma política
Rate this post
Katrina, Irma e Jose. Entenda de onde vem os nomes dos furacões
Tremor é registrado em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais