Morre Agnelo Pacheco, criador do slogan “Tomou Doril, a dor sumiu”

Reprodução/Facebook

Criador de uns dos slogans mais conhecidos da publicidade brasileira — “Tomou Doril, a dor sumiu” —, o empresário Agnelo Pacheco morreu na noite de quarta-feira (11/10), em Sâo Paulo, anunciou a agência de publicidade que leva seu nome e da qual era presidente e diretor nacional de Criação. Pacheco faleceu no Hospital Albert Einstein e deixa mulher, quatro filhos e quatro netos. O velório ocorreu nesta quinta-feira (12/10), no próprio hospital.

Leia mais notícias em Política em Brasil
“É com imenso pesar que informamos o falecimento do nosso querido Presidente, Diretor Nacional De Criação, Redator e fundador da Agnelo Comunicação, na noite da última quarta-feira, 11 de outubro, no Hospital Israelita Albert Einstein”, escreveu a Agnelo Comunicações em sua página oficial no Facebook. Na postagem, a agência lembrou um dos mantras mais repetidos pelo empresário: “Comece de novo, todos os dias”.

Trajetória de sucesso 

Nascido no Rio de Janeiro, Agnelo passou a infância e adolescência em Belo Horizonte, onde começou uma carreira de ator, aos 16 anos. Mas foi em São Paulo que consolidou sua veia criativa exercendo carreira na publicidade, informou a empresa. Formado em Comunicação e Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), ingressou na Publicidade no início dos anos 1970, pela agência Norton. 
Ainda segundo a postagem da agência, em 1979, Agnelo foi transferido para São Paulo como diretor nacional de criação da Norton. Foi o primeiro publicitário, no Brasil, a ganhar o Clio Awards Mundial para televisão, em 1980, em Nova York, com o filme de lançamento do Pneu Tropical. Ainda como criador direto, foi responsável por inúmeros trabalhos premiados em Cannes, Festival de Gramado, Profissionais do Ano, Colunistas e Festival de Nova York.
Em 1985, fundou a sua própria agência, a Agnelo Pacheco Publicidade, e conquistou, entre outros, os prêmios Clio Awards de New York da Propaganda Brasileira, Leão de Ouro do Festival de Cannes e foi eleito o Publicitário do Ano pelo Prêmio Colunistas, em 1988. Em 1994, a Agnelo Pacheco passou a integrar o ranking das 20 maiores agências do Brasil.
Com informações da Agência Estado. 
Morre Agnelo Pacheco, criador do slogan “Tomou Doril, a dor sumiu”
Rate this post
Dirigente da ONU lamenta saída dos Estados Unidos da Unesco
Sobe para 23 número de mortos em incêndios na Califórnia