Morte de filhote de golfinho indigna Espanha

Reprodução/ Facebook Banhistas brincam com golfinho pouco tempo antes dele morrer

A morte de um filhote fêmea de golfinho em uma praia de Mojácar, na Espanha, depois que vários banhistas brincaram com ele, causou indignação no país nesta quarta-feira (16/8). 
O golfinho, uma pequena fêmea, ficou encalhado nessa praia bastante frequentada, situada no Mediterrâneo. Enquanto estava no local, ele ficou rodeado por centenas de curiosos, até que a equipe de resgate conseguiu se aproximar, segundo informações da Equinac, ONG especializada em resgates da fauna marinha. 
“Amontoar-se para fazer fotos e tocar neles lhes causa um choque muito forte que acelera bastante (a ocorrência de) uma parada cardiorrespiratória, que foi o que ocorreu”, ressaltou a organização. 
A Equinac publicou no Facebook fotos de banhistas brincando na água com o animal, e alguns deles tapavam involuntariamente o orifício pelo qual a espécie respira. 
A organização acrescentou que o jovem mamífero já tinha poucas chances de sobrevivência. A fêmea “foi até a praia por ter perdido a sua mãe” — razão pela qual não sobreviveria — “ou por estar doente”, informaram. 
A notícia causou indignação nas redes sociais: “Se for a praia, deixe a sua estupidez em casa” ou “tiraram selfies quando ele morreu?”, comentaram alguns usuários das redes sociais. 
O partido espanhol contra o maltrato animal (PACMA) fez uma denúncia em uma postagem compartilhada mais de 4.800 vezes no Facebook a respeito do assédio dos banhistas ao animal. 
Morte de filhote de golfinho indigna Espanha
Rate this post
Supremacistas brancos e neonazistas elogiam declarações de Trump
Menina de 5 anos bomba na web: "Não é de menino ou de menina. É de criança"