PF apreende 60kg de cocaína no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro

PF/Divulgação

A Polícia Federal apreendeu cerca 60kg de cocaína em malas com etiqueta de Brasília no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão), na noite de quarta-feira (6/9). Quatro homens foram presos, sendo que três eram funcionários de uma companhia aérea e faziam parte do esquema criminoso.
As bagagens receberam etiquetas para simular que seguiriam em voo para Brasília, mas, na verdade, tinham como destino final Portugal. Os detidos foram indiciados por tráfico internacional de drogas e podem pegar até 25 anos de reclusão. A PF afirma ser a maior apreensão de cocaína já realizada no Galeão.
Segundo a instituição, durante fiscalização de rotina no saguão, os policiais identificaram um homem suspeito e perceberam nervosismo da pessoa que o atendia no guichê. Na abordagem, encontraram o entorpecente e, tanto o passageiro quanto o funcionário, foram presos em flagrante. Depois, na investigação do episódio, foram identificados mais dois funcionários da companhia aérea que faziam parte do esquema criminoso. A bagagem despachada estava etiquetada em nome de outra pessoa. O homem afirmou aos policiais federais ser taxista.
A PF diz que informações de inteligência indicaram que o restante da droga poderia estar escondida em um galpão no Mercado São Sebastião, na Penha (Rio de Janeiro). Imediatamente, o delegado federal responsável pela ocorrência representou à Justiça e obteve o deferimento de busca e apreensão no local. A PF localizou, armazenados em um depósito, 213 tabletes de cocaína, apreendendo o material.
PF apreende 60kg de cocaína no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro
Rate this post
Ex-assessor de Trump ataca Igreja católica por defender imigrantes
Casamento milionário é transferido para proteger tartarugas no Chipre