Popularidade de Macron cai 10 pontos porcentuais em um mês

AFP / POOL / Ian KINGTON

A popularidade do presidente da França, o social-liberal Emmanuel Macron, passou de 64% para 54% entre junho e julho, informou neste domingo, 23, o instituto Instituto Francês de Opinião Pública (Ifop), em pesquisa realizada para o periódico Journal du Dimanche.

A queda é a maior para o período analisado (segundo e terceiro meses de governo) desde 1995, durante o primeiro mandato de Jacques Chirac. À época, a aprovação do conservador mergulhou 15 pontos porcentuais – de 44% para 29%.
O recuo de Macron também é o segundo maior da história da pesquisa, que mede a popularidade dos presidentes franceses desde 1958.
A diminuição da aprovação popular ao social-liberal ocorreu em meio à primeira batalha pública dele desde que chegou ao governo, em maio. Na semana passada, o general Pierre de Villiers deixou o posto de chefe do Estado-Maior do Exército e disparou críticas à limitação orçamentária imposta por Mácron.
A demissão de Villiers culminou no que a imprensa francesa chamou de “fim da lua-de-mel” com Macron. O presidente assumiu com 62% de popularidade, de acordo com o Ifop.
A eleição dele foi considerada um respiro para a União Europeia, abalada depois de uma inflexão da política mundial ao nacionalismo representada pela vitória do Brexit e de Donald Trump nos Estados Unidos.
Popularidade de Macron cai 10 pontos porcentuais em um mês
Rate this post
Papa faz apelo à moderação e ao diálogo entre palestinos e israelenses
Novo diretor de Comunicações de Trump promete 'parar vazamentos'