Restos mortais humanos são encontrados dentro de jacaré em Tocantins

Divulgação/Corpo de Bombeiros do Tocantins Moradores da região resolveram capturar um jacaré por suspeitarem que ele poderia ter devorado o homem, já que o animal estava com a barriga desproporcionalmente cheia
A Secretaria de Segurança Pública de Tocantins (SSP-TO) informou, nesta terça-feira (15/8), que restos mortais encontrados dentro de um jacaré são humanos, conforme atestou exames periciais realizados pela Polícia Científica.
A suspeita é que os segmentos sejam de Adilson Bernardes de Oliveira, 47 anos, que desapareceu em 28 de julho na zona rural da Lagoa da Confusão, a 220km de Palmas, na região do rio Javaé, local onde o jacaré-açu foi capturado. 
Durante dois dias, militares do Corpo de Bombeiros realizaram buscas por Adilson à margem e ao longo do rio, mas não tiveram sucesso. Moradores da região, contudo, resolveram capturar um jacaré por suspeitarem que ele poderia ter devorado o homem, já que o animal estava com a barriga desproporcionalmente cheia. Dentro do animal, foram encontrados, além dos restos mortais, várias sacolas.
A Polícia Civil do estado informou que seguirá com as investigações para solucionar o caso. O próximo passo será realizar um exame de DNA para confirmar se o material pertence mesmo a Adilson.

Caso semelhante

Em abril de 2016, um jacaré foi encontrado morto em Araguacema, região oeste deTocantins. Na época, moradores suspeitaram que o animal teria devorado Rogério Marques de Oliveira, 41 anos, que havia sumido no Rio Araguaia no dia 17 do mesmo mês. Porém, a perícia realizada pelo Instituto de Medicina Legal de Palmas (IML) constatou que os restos encontrados dentro do animal não eram humanos. 
Restos mortais humanos são encontrados dentro de jacaré em Tocantins
Rate this post
Tonny Cantuaria, ex-integrante do Karametade, foi preso em Paris
Artrose de joelho é duas vezes mais comum hoje nos EUA que há 80 anos