Sobe para 14 o número de mortes confirmadas pela passagem do Furacão Irma

Divulgação/Nasa Furacão Irma sobre o Caribe, o mais forte registrado no Oceano Atlântico

O olho do Furacão Irma atingiu as ilhas Turks e Caicos – território britânico no Caribe na noite dessa quinta-feira (7/9). Os ventos continuam fortes de 180 km por hora, ainda na categoria cinco. Quatro das 14 vítimas confirmadas são das Ilhas Virgens americanas. As demais mortes foram registradas na ilha franco-holandesa St. Martin.

Saiba mais

Nesta sexta-feira (8/9), o Irma deve alcançar as Bahamas e depois Cuba. A previsão é que ele chegue ao sul da Flórida na madrugada de domingo (10/9), na categoria 5 ou baixar para a 4, ainda ventos fortes ventos. As fortes tempestades devem começar a ser sentida na região na noite de hoje. O governador da Flórida, Rick Scott, orientou a população para que esteja alerta e evacue as áreas com ordem de saída obrigatória.

As rodovias que deixam o sul do estado continuam congestionadas e há relatos sobre motoristas estão parados por falta de gasolina, por dificuldade de encontrar o combustível, escasso pela forte demanda e crise na produção causada pelo Furacão Harvey que assolou o Texas há uma semana, onde ficam as principais refinarias dos Estados Unidos.
Centenas de voos que chegariam a Miami, entre eles os procedentes do Brasil, foram cancelados. E o aeroporto poderá ser fechado hoje. Além da Flórida, Georgia e as Carolinas do Sul e do Norte decretaram estado de emergência. O Irma deve atingir a região costeira dos três estados na segunda-feira (11).
Sobe para 14 o número de mortes confirmadas pela passagem do Furacão Irma
Rate this post
Presidente do México alerta que deve haver outro forte tremor
Terremoto de 8,2 graus deixa ao menos 15 pessoas mortas no México