Vigia coloca fogo e mata crianças dentro de creche em Minas Gerais

PMMG/Divulgação Moradores e equipes de resgate seguiram para a creche nesta manhã após a tragédia
As forças de segurança pública de Minas Gerais estão mobilizadas, na manhã desta quinta-feira (5/10), por conta de uma tragédia em Janaúba, no Norte de Minas. Informações da Polícia Militar dão conta de que um vigia de uma creche municipal da cidade colocou fogo em várias crianças que estavam na unidade e há pelo menos cinco mortos no local. Incialmente, a PM chegou a divulgar cinco mortos, mas houve uma correção. O Corpo de Bombeiros também confirma quatro mortes até o momento.

Saiba mais

  • Em Belém, Temer lamenta mortes em creche de Minas Gerais

    Em Belém, Temer lamenta mortes em creche de Minas Gerais

  • Professora também estaria entre as vítimas fatais de incêndio em creche

    Professora também estaria entre as vítimas fatais de incêndio em creche

As duas corporações divulgaram que, além dos quatro mortos, há outros 22 feridos, dois quais nove em estado grave. Entre eles está Damião Soares dos Santos, de 50 anos, o vigia que ateou fogo ao próprio corpo após cometer o crime. Segundo o tenente-coronel João Aparecido do Nascimento, comandante do 51º Batalhão da PM, a situação gerou uma grande comoção na cidade. 

Em virtude da gravidade do caso, foi montado um Sistema de Comando em Operações (SCO) no local, estrutura adotada para controlar os trabalhos de resposta a situações críticas. O coronel que comanda a 11ª Região de Polícia Militar acionou o comando-geral da PM pedindo apoio de aeronaves.
“Já existe avião do governo do Estado saindo de BH para Janaúba com retorno previsto para BH até o hospital João XXIII, o qual é referência em tratamento de queimaduras no Estado”, diz a nota da PM. O major Anderson Passos, do Corpo de Bombeiros, informou que o João XXIII é o hospital mineiro de referência para atendimento a queimados, mas que o atendimento depende da avaliação individual de cada caso, por isso também há a possibilidade de enviar feridos para Montes Claros.
Nas redes sociais, circula um vídeo mostrando o desespero da população em busca de informações. Veja:
[embedded content]
A Polícia Militar, inclusive, informou o encaminhamento de um dos feridos para Montes Claros às 12h20. A reportagem entrou em contato com a assessoria do Hospital João XXIII, mas ainda não há informações sobre a chegada de feridos em Belo Horizonte.
O porteiro da escola, que teria problemas mentais, é o principal suspeito de ter ateado fogo nas crianças, disseram os bombeiros. Cerca de 50 alunos estavam no recreio no Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente, no bairro Rio Novo. O total de vítimas ainda não foi confirmado.
Ainda conforme a PM, informações preliminares dão conta de três crianças que necessitam de transporte aeromédico no local. Equipes de atendimento de saúde de cidades como Jaíba, Porteirinha, Mato Verde, Capitão Enéas e Montes Claros estão indo para o local. Foi feito um chamado para apoio de médicos da região.
A Polícia Civil de Minas Gerais informou que já foi realizada a perícia no local e a necropsia nos corpos das quatro crianças falecidas está sendo feita neste momento. Ainda segundo a corporação, foi aberto inquérito do caso e equipes estão na residência do suspeito e de seus familiares para levantamentos de informações que possam auxiliar nas investigação e, assim, elucidar a causas que motivaram o crime.

Em Belém, Temer lamenta mortes em creche de Minas Gerais

Ao deixar a cerimônia de assinatura do protocolo de intenções para destinar à Arquidiocese de Belém uma área de 10,8 mil metros quadrados, o presidente Michel Temer deu uma rápida declaração à imprensa na qual lamentou o incêndio intencional em uma creche do município de Janaúba, no norte de Minas Gerais e evitou responder perguntas. 
Temer disse que como pai reconhece que deve ser uma perda dolorosa. “Quero expressar a minha solidariedade, lamentar esse acontecimento e esperar que essas coisas não se repitam no Brasil, porque o mundo está muito convulsionado”, disse o presidente classificando o episódio como lamentável. “Foi um lamentável acontecimento, temos que repudiar com a nossa consciência e com a nossa ação”, afirmou.
O governador Fernando Pimentel (PT-MG) está a caminho de Janaúba. Ele estava cumprindo uma agenda em Aimorés e, assim que soube do fato, solicitou mobilização intensa das forças de segurança e saúde do estado. Ele deve chegar ao município no início da tarde, segundo a assessoria de imprensa do governo de Minas. 

Com informações da Agência Estado 
Vigia coloca fogo e mata crianças dentro de creche em Minas Gerais
Rate this post
Vendedores de armas de Las Vegas temem novas restrições após tiroteio
Atirador de Las Vegas reservou hotel durante o Lollapalooza em Chicago