Vulcão provoca fuga de ao menos 57 mil moradores na ilha de Bali

AFP / Sonny Tumbelaka Um homem carrega baldes por um caminho no subdistrito de Kubu de Karangasem Regency na ilha turística indonésia de Bali

Karangasem, Indonésia – Ao menos 57 mil moradores de uma zona próxima ao vulcão Agung, na ilha de Bali, abandonaram suas casas diante de sinais de uma erupção iminente, informaram as autoridades nesta terça-feira (26/9).

O Agung, situado a 75 km do centro turístico de Kuta, tem mostrado atividade desde agosto passado, ameaçando entrar em erupção, algo que não acontece desde 1963. “A possibilidade de ocorrer uma erupção é elevada, mas não é possível prever quando isto ocorrerá”, declarou o porta-voz da agência de desastres naturais Sutopo Purwo Nugroho.
Leia mais notícias em Mundo
O incremento da frequência dos tremores em torno do vulcão são um indício de que o magma está subindo para a superfície, destacou o funcionário. Segundo o Centro indonésio de vulcanologia, ocorreram 564 tremores em torno do Agung nesta segunda-feira.
As autoridades recomendaram que a população observe uma distância de ao menos nove quilômetros da cratera do vulcão. Ao menos mil pessoas morreram na erupção do Agung em 1963.
Vulcão provoca fuga de ao menos 57 mil moradores na ilha de Bali
Rate this post
China diz que uma guerra com a Coreia do Norte não teria vencedor
Censura: China obstrui WhatsApp antes de Congresso do Partido Comunista