Caso Marielle: revista diz que polícia investiga políticos do MDB

(foto: AFP)(foto: AFP)

A revista Veja afirma que a Polícia Civil do Rio investiga o envolvimento de três parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado (Alerj) nos assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, em março. Os deputados seriam Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo, todos do MDB. 
Os três foram presos no ano passado durante a Operação Cadeia Velha, acusados de integrar um grupo que desviava recursos em contratos no transporte público carioca. Picciani cumpre prisão domiciliar, enquanto Albertassi e Paulo Melo estão no Presídio Pedrolino Werling de Oliveira (Bangu 8), no Complexo de Gericinó, na zona oeste do Rio.
Veja ainda procurou o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ) “É assustador, mas não posso eliminar nenhuma possibilidade.” Ao telejornal RJTV, da TV Globo, Freixo lembrou que entrou com uma ação na Justiça em 2017 para barrar a indicação de Edson Albertassi para uma cadeira no Tribunal de Contas do Estado (TCE). O parlamentar acabaria preso dias depois. A ação seria o motivo para o crime.
Segundo a Veja, essa linha de investigação teria sido aventada em 14 de junho, en reunião de Marcelo Freixo, procuradores do Ministério Público Federal e os delegados Fábio Cardoso, diretor da Divisão de Homicídios, e Giniton Lages, encarregado das investigações. 
O jornal “O Estado de S. Paulo” tentou contato ontem com Freixo e não obteve resposta. A Polícia Civil disse que o caso corre sob sigilo. Em nota, a assessoria de Albertassi afirmou que a acusação é “fantasiosa”. A defesa de Picciani não se posicionou e a de Paulo Melo não foi encontrada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Ver galeria . 8 Fotos A vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco, do PSOL, foi morta a tiros na noite de quarta-feira (14/3), dentro do carro em que seguia para casaMauro Pimentel/AFPA vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco, do PSOL, foi morta a tiros na noite de quarta-feira (14/3), dentro do carro em que seguia para casa (foto: Mauro Pimentel/AFP )

 

Caso Marielle: revista diz que polícia investiga políticos do MDB
Rate this post
Com 106 casos, Espírito Santos tem surto de forma mais grave da malária
Bombeiros controlam incêndio região turística no sul de Portugal