Número de desaparecidos na Indonésia pode ultrapassar 5.000

As equipes de resgate recuperaram 1.763 corpos desde a tragédia de 28 de setembro(foto: MOHD RASFAN/AFP)As equipes de resgate recuperaram 1.763 corpos desde a tragédia de 28 de setembro (foto: MOHD RASFAN/AFP)

O balanço do terremoto seguido de tsunami que atingiu a ilha indonésia de Celebes pode ser muito mais elevado do que o previsto até o momento: mais de 5.000 pessoas estariam desaparecidas em Palu, anunciaram as autoridades neste domingo (7).

As equipes de resgate recuperaram 1.763 corpos desde a tragédia de 28 de setembro, que destruiu bairros inteiros de Palu, cidade de 350.000 habitantes na costa oeste da ilha de Celebes.
Mas as autoridades temem que milhares de pessoas ainda estejam sob os escombros em dois bairros particularmente devastados de Palu.
Mas o tempo está se esgotando: as autoridades decidiram continuar as buscas até 11 de outubro. Nesta data, os desaparecidos serão considerados mortos.
“Com base em informações de líderes locais de Balaroa e Petobo, cerca de 5.000 pessoas não foram encontradas”, declarou o porta-voz da Agência de Gestão de Desastres da Indonésia, Sutopo Purwo Nugroho. As autoridades indonésias estimaram anteriormente que mais de 1.000 pessoas estavam desaparecidas. 
“No entanto, as autoridades ainda tentam confirmar este número e reúne dados. Não é fácil obter o número exato de vítimas”, acrescentou Sutopo.
Petobo, uma aglomeração de aldeias, foi quase varrida do mapa. Grande parte desapareceu quando o terremoto transformou o chão em areia movediça, um processo conhecido pelo nome de liquefação.
Número de desaparecidos na Indonésia pode ultrapassar 5.000
Rate this post
ONU quer concentrar esforços regionais em proteção a migrantes venezuelanos
Eleições na Bósnia envolvem desesperança com pobreza e corrupção