Sanduíches são tão prejudiciais ao meio ambiente quanto carros

Luis Nova/Esp. CB/D.A Press


Londres, Reino Unido –
O consumo anual de sanduíches no Reino Unido tem o mesmo impacto no meio ambiente que o uso de mais de oito milhões de carros por ano, afirmam pesquisadores da Universidade de Manchester em um estudo publicado nesta quinta-feira (25/1).

De acordo com a Associação Britânica do Sanduíche (BSA), 11,5 bilhões de sanduíches são consumidos a cada ano no Reino Unido, metade dos quais são preparados em casa e a outra metade comprada comercialmente. Este consumo anual “gera em média 9,5 milhões de toneladas de CO2, o equivalente ao uso anual de 8,6 milhões de carros”, compara a professora Adisa Azapagic, citada pela universidade.
Os pesquisadores estudaram a pegada de carbono de 40 diferentes tipos de sanduíches. Os piores para o meio ambiente? Os com carne de porco (bacon, presunto ou salsicha) e os com queijo ou camarão. 
A variedade que mais consome carbono é o especial para café da manhã com ovos, bacon e salsichas comprado no mercado. Os pesquisadores calcularam que a produção de um sanduíche deste tipo gera 1.441 gramas de dióxido de carbono, equivalente às emissões de CO2 produzidas por um carro que viaja a 12 milhas (19 quilômetros).
O mais limpo para o planeta é o de presunto e queijo preparado em casa. A produção, o processamento e armazenamento dos sanduíches, sua embalagem e transporte contribuem para o seu impacto no meio ambiente. 
Os pesquisadores estimam que sua pegada de carbono pode ser reduzida em 50%, alterando receitas, embalagens e por meio da reciclagem de resíduos. A BSA também estima que o prolongamento da vida útil dos sanduíches flexibilizando datas de validade  economizaria pelo menos 2.000 toneladas de resíduos por ano.
Sanduíches são tão prejudiciais ao meio ambiente quanto carros
Rate this post
Produção de vacinas contra febre amarela deve dobrar no país
Técnica com macacos deixa ciência mais próxima da clonagem humana